Prefeito e vereadores participam do lançamento do Jardim Nova União

O projeto do Jardim Nova União, conjunto habitacional de São João da Boa Vista, que terá a construção de 446 unidades, a partir do ano que vem, foi apresentado de forma oficial na tarde de sexta-feira, 29 de novembro, no Salão Nobre do Executivo.

Edificadas pela Incorporadora e Construtora Ecovita, por meio do programa Minha Casa Minha Vida, as moradias terão 51 m² de área construída com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia coberta.

Famílias interessadas em participar do processo de seleção devem comprovar renda mínima de R$ 1.800, conforme exigência da Caixa Econômica Federal.

Os selecionados poderão parcelar o valor da entrada, estipulada em R$ 11.000,00, no prazo de 24 ou 36 meses, incluindo a forma de abatimento via Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

“É tentar viabilizar moradia. Esse é o papel do Poder Público. E é isso que nós temos feito. Correr atrás de todos os empreendimentos que a Caixa Econômica Federal lança para atender pessoas que precisam de habitação, e que sem ajuda da Prefeitura não conseguiram ter a casa própria”, enfatizou o prefeito Vanderlei Borges de Carvalho.

Contrapartida

Junto com a construção das casas, consta no projeto que será edificada uma Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) com capacidade para 150 crianças. A unidade escolar, com 700 m², terá o mesmo formato da creche inaugurada há dois anos no Parque dos Resedás.

A contrapartida da construtora ainda engloba a ampliação em 150 m² de salas na Unidade de Saúde do Jardim Azaleias e a construção de uma avenida com a extensão de 1.759 metros no trecho entre as rotatórias dos Jardins Primavera e Rosas.

O projeto ainda reúne área de lazer com a implantação de 2 sistemas de lazer com campo de futebol, academia ao ar livre, playground, quadra de areia e concreto, banheiros, estacionamento, bancos, paisagismo e iluminação pública.

Sete pontos de ônibus (cobertos), iluminação em LED, calçadas em sistemas de lazer, área verde, área Institucional, pista tátil e acessibilidade são outras benfeitorias ao bairro.

“Vamos entregar um empreendimento pronto para que as pessoas tenham condições de morar bem”, reforçou o prefeito Vanderlei. 

Segundo explicado pelo diretor da Ecovita, Olair Ribeiro Júnior, famílias com renda inferior ao valor estipulado poderão se inscrever e tentar negociar a situação.

“Dentro do que o programa oferece, famílias com renda de 1.800 têm as melhores condições. Famílias com renda inferior, a gente vai poder conversar e negociar o parcelamento da entrada para viabilizar a participação delas também. Esse processo será conduzido pela prefeitura, que nos fornece a relação de pessoas, para depois submetemos à Caixa”, afirmou Olair.   

O lançamento do empreendimento ainda reuniu o presidente da Câmara Municipal Luís Carlos Domiciano (Bira), vereadores Antonio Aparecido da Silva (Titi), Sebastião Néris, João Luís Moreto, Maria Candida Oliveira Costa (Profª Can), Rui Nova Onda e Patrícia Magalhães.

Elaine Simões, sócia-diretora da Ecovita, e Paulo Marques, coordenador de obras estiveram presentes. A empresa Ponto Alto Empreendimentos Imobiliários foi representada por Edison Simoso. O assessor de Programas Habitacionais, Alencar Aguiar Neto, também participou do lançamento do Jardim Nova União.